6 de nov de 2017

Cupê mal-assombrado

Saudações caros visitantes!

Bom, decidi finalizar o desenho da postagem sobre os lápis de cor apagáveis da Faber-Castell pintando com guache. Confiram a evolução dela através dessa postagem, ela será atualizada, a medida que der tempo.

– Desenho feito com lápis de cor apagável Faber-Castell.



– Removi um pouco da tinta dos lápis de cor com o limpa tipos, entretanto, acabei exagerando e o desenho ficou quase invisível (confiram a seguir, o telhado superior, não dá para ver as telhas). Como ficou difícil ver onde eu precisava pintar, decidi refazer as linhas com grafite 0.5, só então pude dar seguimento à pintura.


– Nessa fase do desenho, adiantei bem a pintura da carroceria. Trabalhei basicamente com meus três tons de cinza neutro e o preto puro. Percebi que estava precisando de um pincel extremamente fino para trabalhar detalhes, fui às compras e adquiri o pincel: Condor 409 - 00 - Toray - Brasil. Escolhi cerda sintética por dois motivos, primeiro por que a outra opção utilizava pelo de animal e a segunda, por que ele será usado com guache, então precisa ser mais firme. Ao meu ver, ele custou bem pouco, R$ 6,50. Depois, quando tiver uma opinião sobre o pincel, vocês já sabem.


– Finalizei a pintura pessoal, agora vou editar e corrigir os erros no Photoshop e pintar as rodas. Assim vocês podem comparar a imagem digitalizada, com apenas correção de luz e cor e a editada.


– Depois de corrigir alguns erros, recortar o fundo e refazer pequenas áreas da pintura, desenhei e pintei as rodas no Photoshop, utilizando o pincel que simula uma textura parecida com a do guache. Essa pintura deu muito trabalho, tanto com os materiais naturais quanto com os digitais.


Em certo momento, resolvi parar de alterar a pintura para mantê-la mais original ao que foi digitalizado. Tentei me controlar também por outro motivo, como as edições com o Photoshop não têm limite, não queria modificar todo o desenho. Inclusive por causa do Zoom, quando percebi, estava editando coisas muito pequenas, coisas que não fazem a menor diferença para o resultado final "desse desenho". Quase acrescentei outra fonte de luz à pintura, além de quase ter refeito a fonte de luz original. O poder do Photoshop seduz...

Espero que tenham gostado do resultado final, deu bastante trabalho, mas foi muito divertido também.

Abraços e até breve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguarde um pouco. Assim que eu ler seu comentário, ele será publicado e terei o maior prazer em respondê-lo.

Agradeço por comentar!

Um abraço e até breve.