25 de out de 2017

O retorno

Saudações visitantes!

Hoje, depois de um bom tempo, volto a publicar no blog oficialmente. E para recomeçar, quero falar sobre minha breve participação no Inktober desse ano (que de certa forma, ainda esta acontecendo).


O desenho acima, foi minha última contribuição para o evento e eu já vou explicar os motivos. Antes, entretanto, quero falar sobre o desenho primeiro.

Ele foi feito em uma folha de Papel Canson Desenho 200 e pintado com guache Talens (confira) e lápis aquarelável profissional (confira). Além disso, utilizei os pinceis com reservatório de água e os materiais de acabamento que todos vocês já conhecem muito bem.

Como os temas que me propus a desenvolver foram: veículos, naves, robôs ou similares, e o desafio do dia vinte era a palavra "deep", ou profundo (traduzido para o Português). Tentei desenhar algo que demonstrasse isso, então criei essa espécie de lula robótica. A lula é uma criatura que pode ser encontrada no fundo do mar, além disso, para reforçar o objetivo do desenho, também fiz questão de escurecer bem a pintura, utilizando muito azul escuro, cinza e preto azulado.

Enfim, o desenho em si, ficou bem ruim (eu sei), mas a pintura foi bem interessante de fazer. E de certa forma, serviu para me mostrar duas coisas; que eu havia cansado do meu tema e, consequentemente, de usar nanquim. Sendo assim, não havia mais motivos para continuar "participando do evento".

Daqui em diante, na medida que meu escasso tempo permitir, vou pintar ou refazer os desenhos que mais gostei dessa minha breve edição do Inktober 2017. Foram vinte dias de participação, vinte propostas. Quem sabe da próxima vez consigo chegar a um mês. Mesmo assim, estou feliz apenas por ter participado.

Ainda há muito o que falar sobre o desafio, mas posso adiantar que foi enriquecedor, por isso, não vejo a hora compartilhar com vocês tudo que aprendi nesses vinte dias. Mas vamos aos poucos, não quero colocar o carro à frente dos bois ou mesmo, tropeçar por ansiedade.

Para finalizar, vou responder a pergunta mais óbvia que podem estar se fazendo: – Vou continuar fazendo resenhas de materiais de arte e similares. Tem novidades à caminho, mas vamos dar tempo "ao meu tempo". (Que trocadilho chulo rapaz!)

Um abração para todos e até breve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguarde um pouco. Assim que eu ler seu comentário, ele será publicado e terei o maior prazer em respondê-lo.

Agradeço por comentar!

Um abraço e até breve.