2 de dez de 2015

Lápis de cor LABRA - Resenha

Saudações caros visitantes!

Hoje, vamos falar sobre os lápis de cor da LABRA, o lápis de cor legitimamente  brasileiro.

Resolvi fazer essa resenha por motivos que explico na aba Sobre, onde falo o motivo pelo qual resolvi criar o blog, é um texto extenso, repleto de lembranças, emoções e saudosismos. Se tiver um pouquinho de paciência, confere lá.

Como de costume, vou advertir que essa resenha não é patrocinada. O presente que recebi de forma alguma influenciou em minha avaliação, não sou esse tipo de pessoa.

Antes de começar quero agradecer à: Maria ZattarVivianne e a todo o pessoal da LABRA, estão de parabéns pelo produto e pela disponibilidade.

Quando resolvi fazer essa postagem, entrei em contato com a LABRA, expliquei o motivo e "pedi" uma caixa de lápis com uma quantidade maior de opções de cor e recebi essa do modelo Classic com 36 cores. (*,*) Conheçam a linha completa de produtos LABRA.

Para a postagem, comprei a caixa pequena e adorei (no texto que citei anteriormente explico por que), mas para me auxiliar na avaliação, tentei comprar uma caixa com quantidade maior de lápis, mas não encontrei nas papelarias. No dia 21 do mês de Outubro de 2015 entrei em contato com a LABRA e no mesmo dia recebi a resposta. No dia 27 recebi a caixa com 36 cores e depois de voltar ao chão, comecei a pensar em um desenho legal e espero justificar esse presente com o que fiz.

Peço desculpas pela demora em fazer a postagem. Tenho pouco tempo para trabalhar nos desenhos e gasto muito tempo colorindo com lápis de cor, muito mesmo, então me perdoem.

Vejam o e-mail de resposta que recebi:


Prezado Mateus,

Nós da LABRA, única fábrica de lápis 100% brasileira, agradecemos o seu interesse pelos nossos produtos, a sua opinião é fundamental para o aprimoramento da nossa qualidade.

O lápis é um produto artesanal fabricado a partir de quase 50 componentes, sendo grande parte de nossa matéria-prima oriunda da própria natureza, como a madeira plantada, argila, caulim e grafite, que apresentam a variabilidade inerente aos produtos naturais. Tudo reunido sob rígido controle para garantir não só a qualidade, mas, sobretudo que o produto chegue ao consumidor final com a certeza de que ele seja  totalmente atóxico certificado pelo INMETRO. Ao todo fabricamos mais de 20 milhões de unidades de lápis ao mês e desse modo contribuímos ao processo mais importante na formação de uma nação mais justa que é a Educação.

Lhe enviaremos uma caixa de lápis Labra e esperamos sinceramente que você aprecie.

Forte abraço,

Maria Carolina Zattar
Diretora

Agora vamos à resenha.

Avaliando os lápis


As caixas dos dois modelos são bonitas, repletas de cores vivas, assim como os lápis.

O papel utilizado na caixa é barato e resistente, mas isso é comum, todas as caixas de lápis de cor utilizam o mesmo papel.

Ambas tem a indicação de idade recomendada além do selo do INMETRO. Têm também o selo de madeira plantada e papel reciclável.

Detalhe: a caixa de 12 cores tem informações em braile e perante algo assim, só posso aplaudir de pé a iniciativa de inclusão social da LABRA.

Mas nem tudo são flores. Na caixa de 12 cores, a LABRA enumerou cada lápis e colocou uma tabela de cores no verso da caixa com essas numerações e os respectivos nomes das cores. Por que vocês não fizeram isso na de 36 também? Seria perfeito!

Isso é bem pessoal, mas não posso deixar de dizer. O projeto gráfico da caixa de 12 cores está mais "clean" e isso facilita o acesso a informação que tem ali. Por que vocês não padronizam o projeto gráfico das caixas? A de 36 está um pouco confusa, apesar de ser bonita.


Os lápis da caixa de 12 cores (imagem acima) possuem corpo redondo, numeração correspondente à cor e a marca LABRA, gravada em alto relevo dourado. A mina possui cerca de 2 mm de diâmetro e é mais dura que a da caixa de 36 cores. Ótima para fazer contornos, ser utilizada como blender ou para fazer áreas mais claras.


Os lápis da caixa de 36 cores (imagem acima) possuem corpo sextavado e não dispõem de nenhuma forma de identificação de cor, exceto a própria cor do lápis. A mina possui cerca de 3,8 mm de diâmetro e é bem macia, assim como os lápis da Faber-Castell comuns.

A maioria das cores das minas é bem fiel ao que está no corpo do lápis e todos os lápis da caixa de 12 cores estão na caixa de 36.

Dos 36 lápis de cor da caixa Classic, seis são especiais, ou seja, três são cores metálicas e três são cores cítricas (próximas do neon).


As cores metálicas são simplesmente perfeitas, com destaque para o bronze, que ficou lindo no papel branco e que nunca vi em lugar nenhum. Não vejo a hora de aplica-los em papel preto.

Já as cores cítricas, funcionam em certas ocasiões, mas o laranja está mais para tom pastel que para cítrico (neon), está muito claro.

Outro destaque positivo (imagem a seguir à esquerda) vai para os tons de cinza, adorei as duas opções, quente (escuro) e frio (claro). Como na maioria das caixas de lápis de cor que testei, o lápis preto não tem poder de fazer uma camada de cor chapada, mas escurece muito bem as outras cores. Ao lápis branco restou a função de lápis blender universal.


Para mim, o lápis à direita dos tons de cinza é um dos trunfos da caixa, cor verde água. Uma caixa de lápis de cor de respeito, precisa ter um lápis desse.

Enfim, mesmo com os pontos negativos "que me incomodaram", o que pode não fazer a mínima diferença para você, recomendo os lápis da LABRA para inciantes ou profissionais. Não sei quanto custa a caixa de 36 cores, só posso dizer que paguei um preço baixíssimo pela de 12 cores, então os de 36 não devem ser muito caros.

No fim das contas, não adianta falar do material, sem mostrar ele em uso. Não sei se já perceberam, mas não gosto de fazer aquelas tabelas com o as cores dos lápis separados, aquilo não mostra ¹/10 do que qualquer lápis de cor pode fazer, então vamos ao desenho dessa postagem.

Vamos desenhar um pouco?

Como o teste foi feito com materiais que utilizei na minha adolescência, resolvi fazer um desenho de um anime que "bombava" naquela época, o Digimon. Para quem não conhece esse personagem, apresento o Greymon, a evolução do Agumon, uma mistura de dragão com dinossauro com um capacete de osso de triceratopes.


O desenho foi feito em uma folha do bloco de papel Canson Desenho 200gr, que é bem texturizado.
O próximo teste do lápis está sendo feito em um papel mais liso e menos espesso que este.


 


 Utilizei os tons cítricos na esfera de energia.


Desenho finalizado com aplicação do lápis branco como blender além das canetas Sakura Pen-touch e Mitsubishi Angelic Colour para fazer os brilhos. Não utilizei "nesse dessenho" os lápis de cores metálicas.

Desenho em detalhes.

Pessoal, por enquanto é só isso. Estou trabalhando no texto que citei no início da postagem e em breve farei a atualização no blog.

Espero que tenham gostado da resenha e do desenho.

Agradeço novamente ao pessoal da LABRA pelo presente, ele não tem valor comercial para mim, mas sim emocional como foi dito no e-mail que enviei. Peço desculpas se exagerei em algo, minhas avaliações são sinceras. Espero que as críticas tenham sido construtivas para vocês.

Acredito que essa será a última resenha do ano. Estou entrando de férias no blog, desenho agora só para passar o tempo, mas vou continuar fazendo postagens mais simples, mas sempre que o tempo permitir.

Abraços para todos vocês e até a próxima.

2 comentários:

  1. Olá MC, hoje conheci o seu blog e estou adorando tudo. Atualmente estudo desenho artístico (2 aulas até agora) realizando um sonho de aprender a desenhar e pintar. Suas postagens são muitíssimo interessantes. Obrigada por compartilhar. Quanto a esta postagem sobre lápis de cor Labra, tenho procurado e não acho em lugar algum, que pena.
    Abraços, Luiza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vinda Luíza. Que bom que gostou, isso me deixa muito feliz. Nem me fale em curso de desenho, é um dos meus sonhos de consumo. Estudar sempre é bom, desenho então. Eu que agradeço por ler. Isso realmente é uma infelicidade, não é fácil encontrar materiais da LABRA. No site deles, tem os endereços dos principais revendedores, confere lá depois, talvez tenha um perto de sua casa.

      Abraços!

      Excluir

Aguarde um pouco. Assim que eu ler seu comentário, ele será publicado e terei o maior prazer em respondê-lo.

Agradeço por comentar!

Um abraço e até breve.