20 de abr de 2015

Ecoline Branca

Boa tarde pessoal.

Sem querer, descobri outro uso para minha Ecoline Branca. Ela pode ser usada para fazer estouros de luz ou para clarear áreas grandes, juro que funciona.

Como cheguei a este veredito? Demorou um pouquinho, vocês verão.
Quando comprei as Aqualine, comprei também uma Ecoline branca, más não utilizei a tinta porque transformava a aquarela em guache. Como? Aumentando seu poder de cobertura. Com a quantidade certa de branco, a camada de baixo deixava de existir. Como isso não combina com aquarela, aposentei o potinho de tinta novinho. Até achei que tinha jogado dinheiro fora.


Certo dia, arrumando meus materiais, deixei cair sobre o godé, uma gota de Ecoline branca. No momento não percebi o que significava aquilo, foi depois de muito tempo que observei que depois de secar a tinta não ficou nada transparente, más sim tão opaca quanto à tinta do nanquim branco ou a das canetas Posca. Você acha que acordei para o que tinha nas mãos? Não! O cérebro estava dormindo nesse dia.

Há cerca de quatro dias, pensando em comprar uma caneta Posca Branca PCF350, resolvi testar todos os materiais com tinta branca que possuía e depois de algum tempo tive certeza que não poderia adiar essa compra por muito tempo. A boa experiência que estou tendo com a Posca preta desse mesmo modelo garante isso e foi nessa hora que deu aquele estalo e como num "flashback", revi tudo que sabia sobre a Ecoline branca, lembro bem disso, na hora estava assistindo Dexter.

Estou pasmo, se você utilizar a Ecoline branca no estado puro, vai descobrir uma das melhores tintas para criar estouros ou traços de luz branca que já vi. Se você umedecer o pincel, ainda pode utilizá-la para clarear áreas grandes também.

– Más o nanquim branco faz isso Mateus. – Faz sim, más criando uma camada impermeável que não te permite pintar por cima com qualidade. A PCF350 custa dez vezes mais que o vidro de nanquim branco, cerca de R$ 25,00. Quando comprei a Ecoline, na época, acho que paguei R$ 7,00.

O material que mais se assemelha a Ecoline branca é o famoso branquinho ou corretivo escolar, a diferença é que com a Ecoline você cria camadas completamente lisas e que não ficam quebradiças ou amareladas depois de um tempo.

Outro material que pode se assemelhar à Ecoline branca é a tinta Copic Opaque White, outro material caro que não testei.

Depois que descobri isso, descobri também que não fui o primeiro, bastou fazer uma pesquisa na internet. :-( Tudo bem, descobri sozinho de qualquer forma e além disso, não dá para reinventar a roda.

Continuo namorando a Posca PCF350 branca, tenho certeza que valerá cada centavo caso compre uma. Até o presente momento,  se tornou desnecessário adquiri-la. A Ecoline demonstrou o peso e a qualidade que a marca Talens carrega, não é atoa que nunca testei outro tipo de tinta guache.

Façam o teste e comprovem vocês mesmos, pelo valor que o material custa vocês não tem nem desculpa.

Até a próxima.

5 comentários:

  1. Seu blog é incrível, to aqui tentando lembrar como cheguei nele.. Mas enfim haha, seus post tem me tirado várias dúvidas e me deixado empolgada com alguns materiais. <3 demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô Carolina, obrigado!

      Fico feliz por saber que está curtindo o conteúdo do blog. O objetivo é esse mesmo, ajudar o maior número possível de pessoas a conhecer melhor os materiais. Passei muito aperto sozinho, por isso sei o valor que tem uma dica, um conselho. kkk

      Se você quiser, pode seguir o blog para receber as atualizações quentinhas, assim que saírem do "forno".

      Abraços!

      Excluir
  2. olá, obrigada pelas dicas... você já testou essa ecoline branca com a bico de pena? Ela teria essa adaptação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vinda ao blog Andressa. Agradeço por compartilhar sua dúvida conosco.

      Para ser sincero, ainda não havia pensado nisso. (kkk) De qualquer forma, já tive uma experiência ruim com nanquim branco e bico de pena, digamos assim, não funcionou de forma alguma e eu não quis modificar a consistência da tinta com água – o nanquim branco não flui pelo bico de pena como o nanquim preto. E a consistência da Ecoline branca e do nanquim branco é praticamente a mesma, então pode ser que dê o mesmo problema.

      Vou testar hoje à noite e atualizo a postagem depois. Mesmo assim, recomendo utilizar pincel filete com essa tinta, é o que faço e funciona perfeitamente.

      Abraços e até breve.

      Excluir
    2. Andressa, fiz o teste ontem e vou repetir o que disse. A tinta é muito espessa para ser utilizada com bico de pena, o que poder ser feito é dissolvê-la em um pouco de água. Mesmo assim, ainda não funciona bem como o nanquim prento, sem contar que a tinta perde um pouco da capacidade de cobertura dela.

      A melhor opção mesmo seria utilizar essa tinta com pincel filete.

      Espero ter ajudado.

      Abraços!

      Excluir

Aguarde um pouco. Assim que eu ler seu comentário, ele será publicado e terei o maior prazer em respondê-lo.

Agradeço por comentar!

Um abraço e até breve.